19 agosto 2017

Trollando Por Meio Da Fé

Arte: Franci

18 agosto 2017

Rock & Literatura: Saga O Senhor Dos Anéis (Lord Of The Rings)-J. R. R. Tolkien (Parte 17)

Pode passar o tempo que for mas o que é bom prevalece. Senhor Dos Anéis é a prova disso e sua influencia vence as barreiras do tempo, como prova disso chegamos a parte 17 desse Rock & Literatura, sendo que até a parte 16 apareceram por aqui 80 bandas de diversos gêneros do metal e rock. Isso mesmo, é coisa pra caralho!

E então, preparado para mais 5 bandas? Então simbora:

Running Wild: Esse grande nome do metal alemão homenageou a quem se espera que homenageiem, Mordor. Heavy metal de qualidade em homenagem as terras sombrias;

Mordor (Polônia): Outras bandas escolheram esse mesmo nome mas lembre-se que estamos falando da banda polonesa que faz uma mistura alá Morbid Angel de death metal e doom. Além do nome da banda ser em homenagem as terras obscuras, temos The Kingdom Of Mordor para homenagear o lado escuro da força;

Dagorlad: Esses belgas nos brindam com black metal atmosférico, onde todos os assuntos do gênero são tratados em suas letras. Além de batizarem a banda com o nome de uma localidade da Terra-Média, os caras fizeram musicas que trazem toda aquela aura das histórias de Tolkien, entre essas musicas podemos escolher Dwarves, que fala sobre os anões em suas minas forjando armas;


Isengard (Suécia): Já falamos de outra banda com o mesmo nome de Isengard que tocava black metal e depois se tornou Darkthrone. Aqui é power metal vindo da suécia e além do nome da banda, a homenagem vem em diversas musicas, inclusive em Fire Of Isengard;

Brocas Helm: Esses americanos nos trazem um heavy metal bem próprio, com umas pitadas de Rainbow ao Heavy Metal mais tradicional. Em Into Ithilstone, essa localidade da Terra Média serve de plano de fundo para uma grandiosa guerra em uma letra de tirar o chapéu e uma bela duma porrada a moda antiga.

17 agosto 2017

(Mute) 5 Minutos - The Legend of Zelda: Phantom Hourglass (DS)

Hoje trazemos o 5 Minutos em versão (Mute) de um jogo bem interessante de DS, depois relançado no virtual console do WiiU, aquele console da Nintendo que ninguém liga.
The Legend of Zelda: Phantom Hourglass já apareceu por aqui em um 10 Minutos, na verdade ele inaugurou essa categoria de gameplay dessa bagaça e você pode ver nesse link aqui (o vídeo ficou apenas na cutscene inicial mas é bem legal). Como acabei de falar e não me repito muito, todas informações básicas desse jogo já estão nesse post do link e não quero ficar me repetindo sobre Link (trocadilho escroto a gente vê aqui). 
Então, sendo assim bora curtir 5 minutinhos rápidos desse jogo maravilhoso, simbora.

11 agosto 2017

Apresentamos: Breaker - Primal Fear

O Accept é uma das bandas mais importantes do cenário metálico.
Com essa verdade incontestável eu começo esse post, pois goste ou não da banda, você é obrigado a concordar pois os caras influenciaram uma geração que formou bandas de diversos sub-gêneros do metal. Como prova do que eu disse agora posso citar o tributo a banda lançado em 1999.
A Tribute To Accept Vol. I foi lançado pela Nuclear Blast e traz bandas de diversos estilos do metal fazendo covers matadores do Accept, entre essas bandas temos HammerFall, Tankard, Sodom, Grave Digger, Therion, Tarot, Dimmu Borgir, e é claro, Primal Fear.
Cada banda deixou o som ao seu estilo, o que torna o tributo ainda mais especial, mas como a idéia aqui é apresentar o som do Primal Fear vamos nos abster a ele. Breaker é a sexta faixa do CD e é uma belezura do heavy metal. 
Como sempre falo e repito, melhor que explicar é ouvir, então simbora:

08 agosto 2017

Nazi, Ira!, Kazebre - Merda Acontece

No dia 5 de Agosto, sábado passado o Ira! se apresentou no Kazebre, inferninho da hora da zona leste de São Paulo. O show não saiu como esperado por aparentemente Nazi, o vocal da banda, estar bêbado.
Pelo que as pessoas que lá estavam comentaram, o show atrasou, o vocal passou mal, nem conseguia ficar em pé e chegou até a vomitar no palco. Pois é, chegou-se ao extremo do rock n' roll nessa apresentação.
No dia seguinte Nazi se pronunciou por meio de um vídeo no Facebook, pediu desculpas por conta de sua postura no show, explicou que tinha feito um show antes no interior de SP e que após esse show ele passou dos limites com a bebida e que também havia levado alguma picada de algum bicho peçonhento e tudo isso colaborou para tal situação.
Choveu comentários, pessoas reclamando da banda e defendendo o Kazebre, pessoas escorraçando o Nazi e defendendo Kazebre e Ira! e pessoas esculachando a porra toda porque estavam com raivinha tardia. Mas, e sempre existe um "mas", tinha pessoas defendendo o próprio Nazi e falando que o rock n' roll é isso.
Será que o rock é isso mesmo?
Em partes sim. As maiores bandas... melhor dizer, as bandas mais influentes já aprontaram o mesmo tipo de presepada e na época a galera não ficou jugando Jim Morrison por estar loucão demais pra cantar, pelo contrário, até hoje ele é referenciado por toda chapades. 
Claro que os tempos são outros, o mundo é mais careta, o rock em sí foi padronizado e os shows não são mais tão livres como naquelas épocas remotas que foram citadas por quem quis defender o Nazi. O publico se acostumou a isso e está certo em cobrar um show de qualidade da banda já que pagou para curtir aquele momento e na maioria das vezes não se paga barato para estar alí. 
Culpar a casa, no caso o Kazebre, é no minimo ignorância, ficar julgando o musico, no caso o Nazi, é hipocrisia, ainda mais depois de tudo ter acontecido. Sou da geração que se dava pra detonar tudo na hora, detonávamos mas depois não ficávamos chorando o leite derramado. 
Merda acontece.

07 agosto 2017

Apresentamos: Big Balls - Muscadine

Oi vocês aí, sabem o que é ECW
Parabéns ao único ser humano que respondeu Extreme Championship Wrestling e pra quem ainda não sabe do que estamos falando, essa era a principal liga de wrestling dos E.U.A. que depois veio a se tornar a WWE... Sim jovem, luta livre. Sim também meu velho, aquelas tretas fantasiosas do Telecatch.
Indo direto ao assunto, todo lutador que se prese, seja no estilo de luta e liga que seja, tem uma trilha sonora de peso na hora de entrar no ringue. Isso é norma desde o boxe ao UFC. Na ECW não era diferente mas como esse tipo de luta é entretenimento puro, as musicas aqui eram escolhidas a dedo, ou seja, muito rock e metal do bom nessa porra.
Sendo assim, em 1998 a ECW teve a fantástica idéia de produzir um CD com a sua trilha sonora e nela tivemos Motorhead tocando Enter Sandman do Metallica, Bruce Dickinson fazendo cover de The Zoo do Scorpions, entre tantas outras coisas bem legais. 
No meio dessas maravilhas todas encontramos um cover feito pelo Muscadine para Big Balls do AC/DC, aqui os caras tocam uma versão acústica para musica, com um vocal quase falado, simplesmente fantástico e claro, você não encontra por aí, então enjoy.

03 agosto 2017

(Mute) 1 Quest - Asphalt 8 - Airborne (PC) Corrida Multiplayer Na Patagônia

E ae mis amigos, vamos estrear mais um estilo de gameplay pra vocês, o (Mute), onde não teremos minha voz ou qualquer tipo de narração, apenas o gameplay em sí, para podermos apreciar o áudio do jogo.
Para inaugurar trago um jogo que pode ser uma boa dica, Asphalt 8 - Airborne, jogo de corrida da Gameloft lançado para Mobile e PC. Caso você jogue a versão PC/ Windows e tenha uma conta da XBox Live, vai conseguir conquistas fáceis de um jogo gratuito. O jogo foi lançado em 2013 e tem multiplayer e campanha, porém nem tudo é paraíso e aqui tem microtransação até no cu... digo, escapamento dos carros, carros esses que são todos modelos que existem, customizáveis pero no mucho. Graficamente é um jogo bonito, com alguns efeitos bem bacaninhas e o mais importante, roda em qualquer PC meia bomba, até naquele do seu trampo.
Melhor que falar é jogar, então curtam o vídeo sem moderação: